segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

Risoterapia


- E porque mais ninguém neste planeta sabe fazê-lo tão bem como nós, vamos rir =D
- Rir?
- Sim!! =D

- Mas porquê?
- Porque sim, rir porque sim.


Rir porque não?
Rir porque me apetece
Rir porque não te ris
Rir porque quando penso nisto tenho vontade de rir
Rir porque está sol
Rir porque está chuva
Rir com a boca, com os olhos, com as mãos

- Com as mãos?
- =D sim, com as mãos
Rir com dentes
Rir sem dentes
Rir estridente
Rir assim
Rir de todas as maneiras
Mas rir!
Rir para mim
Rir de mim
Rir de ti
Rir de nós
Rir para vós!
Mas rir!
Rir de olhos fechados
Rir ao sol
Rir ao vento
Rir às escondidas
Rir baixinho
Rir alto
Rir para dentro
Rir para fora
Mas rir!
Rir para rir
Rir para não chorar
Rir por chorar
Rir até chorar
Rir até doer a barriga
Rir até doer a cabeça
Rir até esquecer que se está a rir
Mas rir!
Rir porque corre bem
Rir porque corre mal
Rir porque somos os maiores!
Rir porque somos os piores
Rir porque podemos
Rir porque não podemos
Rir, só! Rir…


Vês? Já te estás a rir!
- =D Pois, é impossível não estar, com tanta parvoíce…
- Mas resultou!
- Sim! Ah ah ah


AH AH AH =D

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2008

Talking to the clouds

Hoje estou triste, muito triste com todo o resto do mundo. Não queria acreditar quando me disseram « a vida não é justa», mas afinal parece que sempre é verdade. Como diriam os nossos irmãos brasileiros: quem é bom acaba sempre por se ferrar. É uma merda!
Porque é que as pessoas não podem ser genuínas em plena consciência? Têm sempre de viver na representação, a fingir-se indestrutíveis e insensíveis e a magoar toda e qualquer pessoa que que se afaste um milímetro que seja do eixo que julgam ser o normal. Então e se o "normal" for errado, e se o "anormal" for bem melhor, bem mais normal, bem mais íntegro. Começo a ficar farta desta bela hipocrísia que sufoca o naturalmente bom.
São tudo mentiras e disfarces, farsas, fingimentos... Ninguém consegue simplesmente aceitar que há mesmo pessoas diferentes, pessoas que são boas porque são, pessoas que são pessoas e não são apenas imagens animadas por conceitos errados criados por uma sociedade de aparências.
Estou mesmo triste... Só queria que fosse tudo um bocadinho mais justo, ou pelo menos de vez em quando... era bom