terça-feira, 14 de outubro de 2008

Introspecção

De tanto ponderar as palavras, acabo por calá-las
De tanto projectar o meu comportamento de acordo com a situação, acabo por não me mexer
De tanto ouvir as conversas, acabo por não as escutar
De tanto analisar de todas as perspectivas, acabo com uma dor de cabeça
De tanto pensar em soluções para problemas, acabo por encontrar ainda mais problemas
De tanto procurar o que fazer da vida, acabo por não aproveitar nada do dia
De tanto tentar evitar os erros, acabo a tropeçar neles
De tanto querer certezas, acabo nas dúvidas

E no fim de isto tudo
De tanto me procurar, acabo sozinha


Hoje vou desligar a luz
Há buracos no caminho? Hoje vamos a direito!

Sem comentários: